LIVRO Os pés, os caminhos e as liras das Marias PDF Daianna Quelle

BAIXAR LIVRO ONLINE

Resumo

O versejar de Daianna Quelle diz muito do cotidiano de mulheres no eito da vida. Como o próprio título do livro sinaliza, a obra ergue tributo às Marias (do Amparo, Antonieta, Josefa, Rita, Elizabeth, Bernadete, Salete e tantas outras nominadas ou anônimas). Trata-se de um brado solidário erguido a todas as mulheres usurpadas de suas escolhas, querências, desejos e arbítrios, cujas “vestes de coragem, liberdade, decisões e convicções” lhes foram tiradas, ainda que temporariamente, por uma sociedade falocêntrica. Tais mulheres representadas nos versos da referida escritora não se mantêm despidas; apesar de tudo, não se deixam abortar pelos desígnios e cerceamento do jugo masculino; ao contrário, como Débora, abortam “os sonhos dos outros, os pré-estabelecidos”, ou seja, as normas de conduta que lhes são ditadas e, como Clarisse, resolvem ser “donas do pedaço” (do próprio nariz ou destino) e decidem ser macho, mandando às favas toda forma de preconceito; são mulheres que, assim como Dalva, “arrebentam correntes no grito”, constroem uma nova história.
Apesar da diversidade de perfis poéticos construídos pela autora, todas as Marias (quer sejam eu-líricos da poesia ou perfis extensivos a nós mulheres que nos encontramos para além dos limites do texto, embora nas entrelinhas) encontram-se irmanadas “nas vozes que falam
nas vozes que calam
no fim da rua, nas letras escuras desses versos daqui
da vida ali, das lutas de lá e acolá”.
Daianna Quelle, através de sua poética, acaba por nos apontar caminhos concretos para mudanças ou quebras de paradigmas nas relações de gênero. Essa obra é resultante da percepção sensível da poeta sobre o universo feminino, de suas reflexões e experiências como mulher. Convido-os(as) à leitura e imersão no universo das Marias aqui representadas.

Ana Carolina Cruz de Souza
Doutora em Literatura e Cultura (UFBA),
Professora Assistente da UNEB (Campus V),
Professora de Língua Portuguesa da Educação Básica.