LIVRO Não Existe Futuro, Existe o Que Fabulo PDF Rogerlando Cavalcante

BAIXAR LIVRO ONLINE

Resumo

Já o poeta elide o tempo histórico – “…não existe futuro/ Passado ou agora” e assinala “– existe o que fabulo”: a narrativa épica poética ainda é, como sempre foi – mesmo após a revolução burguesa – passível de ser canto, e encantamento. Sem querer estabelecer relação ou equivalência (nem métrica), embora poética, o verso “O milênio explode do desespero”, é de significação tal qual o verso inicial de Os Lusíadas de Camões “As armas e os barões assinalados”, pois, ambos anunciam tempos épicos, sendo que Luiz Vaz de Camões, avança na narrativa, enquanto Rogerlando Gomes Cavalcante encerra os atentados à civilização norte americana – e global – em um único verso.