LIVRO EM TORNO DA FOGUEIRA: Contos e dinâmicas para aquecer a empresa e sua vida Profissional PDF KARIM HARFUSH

BAIXAR LIVRO ONLINE

Resumo

Convido você a reviver um impulso ancestral que ainda nos ronda em sonhos…Reviva os momentos dos nossos ancestrais em torno da fogueira, e imagine quantas coisas surgiram dali. Era um momento mágico, em que se realizavam as reuniões e tomavam as mais deslumbrantes e importantes decisões para a sobrevivência da tribo.Uma fogueira satisfazia muitas utilidades. Além de afugentar os predadores, permitia o preparo dos alimentos, que, depois de assados, exigiam menor utilização da arcada dentária e, por consequência, proporcionavam ao homem uma maior capacidade de digestão. Aquilo resultava em mudanças anatômicas do cérebro, que ganhava mais espaço para crescer e dava ao ser humano uma capacidade de pensar melhor.Servia também de iluminação e de aquecimento ao local e aos corações, permitindo a criação de um novo tempo e espaço de interação entre os humanos.Era lá que os mais velhos e experientes narravam histórias e contos para os mais jovens, ensinando-lhes as lições de motivação, de moral, de comunicação e de vida. Novas danças e festas ao seu redor aconteciam a cada vitória, discutiam-se as melhores táticas e armas para enfrentarem inimigos, juntamente com a criação de novas armadilhas e ferramentas. Mitos eram criados e tambores ecoavam anunciando a guerra e a paz. Esses encontros ajudavam muito no desenvolvimento social e cognitivo dos humanos, refletindo em ações que perduram até os dias atuais.Estar em torno da fogueira representava um tempo universal de união e era a hora ideal de se repassarem as informações sociais, dividir as emoções e os trabalhos a serem executados na manhã seguinte.O tema dessa edição sugere exatamente a mesma coisa. Portanto, curta esse momento em torno da fogueira e aproveite melhor o seu potencial e o da sua equipe a fim de chegar à realização do objetivo.Motivo da criação do livroMinha vida sempre foi direcionada ao mundo da administração e do empreendedorismo. Imagino que, de forma indireta, minha ascendência árabe influenciou muito nessa escolha, pois, como todos sabem, os árabes são excelentes vendedores. Abri meu primeiro negócio aos 20 anos, trabalhei com o mundo do entretenimento, da informática, das telecomunicações e foi nesse último que entendi a importância do maior patrimônio de uma empresa: as pessoas.Lá, busquei aliar à pratica, a teoria aprendida na faculdade, em um mercado altamente competitivo.Tive a felicidade de contar (durante 15 anos) com a ajuda de ótimos clientes, sócios éticos e excelentes colaboradores. Aprendi e cresci muito graças a todos eles, desenvolvi habilidades técnicas, humanas e conceituais. Vivi momentos de muita pressão a fim de alcançar mês a mês as metas mais ousadas e desafiadoras da minha vida. Compreendi também que o sucesso de ontem não determina o de amanhã; é necessário muito empenho e colaboração, coisas que só o ser humano é capaz de realizar.Segundo Cora Coralina:“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”Nessa tônica, pude compreender o universo da academia e aprender com cada aluno e futuro colega de profissão o quanto o aprendizado contínuo é importante para nossa mente. Esse é o exercício muscular do nosso cérebro.