LIVRO Distinções PDF Rogerlando Cavalcante

BAIXAR LIVRO ONLINE

Resumo

Para um homem em qualquer lugar da terra, há sobre ele o céu – o céu sobre outro ângulo não é o limite, contudo, para quem não está na lua, nem mesmo o topo do Everest vara o céu – ademais não são pés e céu que nos nivelam. São os olhos, através dos quais o poeta fita “a alma” e também diferencia os homens.O céu é apenas para lembrar a grandeza do universo, a pequenez do homem – bicho da terra(…)O último verso é de vastas significações, no que tem implícito tudo que nos humaniza – e distingue: os valores, a moral, a ética, a poética, os idiomas, as hierarquias, os guias, a culinária, a tapeçaria, os temperos, os humores, as vestes, as estimas, as estimativas, os sócios, os negócios, os ócios, os ossos, a prataria, os hábitos à mesa – usar dedos como colheres se não acrescenta um sabor a mais ao prato, permite saborear mais naturalmente –, o sagrado, os litígios, a apostasia, os pães, os pais, os países, as raízes, as feiras, as férias, os monumentos, as bebidas, os mercados, os bocados, as fomes, as saciedades, os coques, os toques, sonhos e pesadelos, o haraquiri, a sagração da vaca, os pinguins, as tarântulas, as cabras, a sorte, as moedas, as modas, músicas e silêncios, as erupções, os reinos imaginários e os reais, o vaso sanitário e a lata de lixo, os barcos, os botos, os motores, as naves e navios e aeronaves, os cadáveres, as pestes, as febres, as forças, os nascimentos, os badalos, as explosões – as que visão ruir prédios para darem lugar a outras paisagens, as que insultam e barbarizam –, as fabulações, as descobertas, o olvido, os signos, os significados, as literaturas – das nunca escritas às escritas como se oradas –, as orações, os cemitérios (…)