LIVRO Contos e contados sobre a gente rural de outro tempo PDF Olavo Avalone Filho

BAIXAR LIVRO ONLINE

Resumo

CONTOS E CONTADOS SOBRE A GENTE RURAL DE OUTRO TEMPO reúne dez bem-humoradas historinhas brasileiras de ficção e uma real (publicadas também avulsas aqui) inspiradas em experiências que vivenciei no final da infância e início da adolescência, quando costumava passar férias escolares no sítio de um tio-avô no interior paulista. Lá, por escolha pessoal, eu sempre ficava hospedado com os caseiros e me integrava plenamente à rotina de vida da família. Isso significava, por exemplo, trabalhar na roça durante a semana e aos sábados viajar a cavalo para assistir a sessões de cururu ou dançar numa sala de reboco ao som de viola, sanfona e pandeiro. Os contos aqui, obviamente, misturam realidade e fantasia ao focalizar tipos, situações e valores daquela região naquele tempo — a única exceção é LAVIN, que motivou a série e vai apresentado em primeira pessoa ao final do livro. Veja a seguir um “suco” de cada historinha:DASDORES, filha única do fazendeiro Tonico Matoso, adora doces e é devotíssima de Santo Antonio. Aos vinte e muitos anos, ela vive cercada por tentações de todo tipo, até que conhece, e elege para príncipe encantado, Manezinho Quadra, dono do único empório em Sarapuí do Brejo Seco…JACINTO é um magistrado de reputação ilibada na comarca de Pau Torto, fiel cumpridor das leis e severão ao julgar tanto pés-rapados quanto gente bem-nascida afeita a malfeitorias. A vida dele corre direito, mas aí surge o caso da lingerie carmim e vira tudo de cabeça pra baixo…MANEQUINHO, menino serelepe, é fã ardoroso de histórias em quadrinhos e filmes, numa época em que o cinema chega à pequena São Januário do Capote. A primeira sala de projeção nesse vilarejo inaugura um tempo de transformação irreversível do cenário campestre em tela urbana…GERVASIO é um carteiro zeloso, com pinta de galã, que foi atacado por cachorro louco em pleno agosto na cidadezinha de São Gaudêncio da Piçarra. Depois desse incidente, que resultou numa mordida quase fatal, tudo desanda, e nem o incentivo poderoso da prima Filó dá jeito na situação…MARIAS conta em dois tempos, que correm lado a lado, as histórias de Maria dos Remédios, hipocondríaca, e Maria do Socorro, natureba. Uma vive numa fazenda em Santo Inácio da Ribeira, outra sobrevive a quilômetros dessa porteira, cercada por cimento e asfalto. Mas o destino é caprichoso…QUINZINHO traz a movimentada história do simpático Joaquim Calibrino, mais conhecido por Meia-garrafa, morador em Santa Fé do Uca. Para ele, só duas coisas fazem a vida valer vivência: a água-benta de todo dia e a emoção de ver os gols do Uqueense Futebol Clube, seu time do coração…VADÔ é tropeiro de primeira linha, mestre na domação de chucros e apreciador contumaz de cerveja preta, conforme o testemunho de caboclos de Santo Ernesto da Benevolência. No entanto, na contramão dessa valentia, ele guarda a sete freios um segredo constrangedor: medo de assombração…DEMIR narra a odisseia de um simpático mascate turco que cruza de alto a baixo os Vales do Barbalho e da Promissão levando a gente de toda posse uma variedade enorme de mercadorias de armarinho, além, é claro, de distração e alegria a moçoilas e donanas daquela nação de roça e pasto…ZABELÊ conta a saga de uma menina simples que é extraída de sua gente para servir a uma família de posses no interior da Vila de São Jorge do Esquecido, a léguas e léguas de distância, e lá é submetida a tarefas de todo tipo que vão muito além do tratado e combinado. Mas ela não reclama…TONICO narra a trajetória de um menino de Santa Rita do Ajustamento capaz de palmear uma roça de milho pelas beiradas e em cruz e cantar sem erro o número de espigas antes da colheita. Com tal talento, ele cresce e faz fortuna. Generoso, só conserva uma teimosia: não guardar dinheiro em banco…