LIVRO As Revelações do Padre Judas PDF Lourival Antunes da Silveira Filho

BAIXAR LIVRO ONLINE

Resumo

Já no domingo de estreia do Padre Judas, enquanto rezava a sua primeira missa, entre uma e outra citação bíblica em latim, a bela Loura fisgou o seu coração. Aos poucos, nos domingos que se seguiram, ele se ia quedando, quebrantado pela beleza física da moça, atraído até nas entranhas por ela, relutando em todas as manhãs dominicais em encontrá-la observando-o na primeira fileira de bancos. Em pouco tempo, já até questionava o celibato, atraído por aquela linda moça, cuja intenção única, todavia, era de vingar de Deus, por ter o Criador recolhido um filho seu prematuramente. E lentamente, ela iniciava a sua doce vingança contra Deus. Em todas as manhãs do domingo, o padre a esperava no altar, alimentando a sua paixão, no início platônica, até viciar-se totalmente pelo veneno da sua exuberante presença. Recorreu inutilmente o pobre pároco às orações, teve febre e não cedeu, suportou o flagelo do corpo, jejuou, em seguida, para que o demônio do desejo o deixasse, incorporado que estava em seu corpo como um instinto. Em certo domingo, pela noite, a moça adentrou sorrateiramente em seu quarto, sem dificuldades, porque a casa do sacerdote nunca fora guarnecida com chaves, já que o celibato lhe tirava o direito à privacidade, tornando-se a partir daí sua amante. Até a tarde de primavera, em que ela bateu à porta do quarto. “Pode tirar as batinas, padre, que o senhor agora é homem”, festejou sarcástica, “você será papai”… Muitos anos mais tarde, o velho clérigo ainda se lembraria da aura sombria que a cobria, naquela tarde, do seu rosto desfigurado de vingança, do seu olhar letal que sabia ter atingido a alma de um vigário. Parecia estar vingada de Deus. Mas o seu plano de vingança, todavia, estava apenas no começo: meses mais tarde, nasceu uma menina. Assumi-la o padre seria macular a Igreja e o seu ministério. Seria abandonar a batina, a Igreja, seguir a vida secular ao lado de uma sádica.E por ainda odiar a Deus, a moça criou a própria filha dentro de um prostíbulo, como se órfã fosse, sem os cuidados a que fazem jus as crianças, e antes que o demônio da puberdade a visitasse, cobrou dela de uma só vez todos os anos em que a sustentara, rifando–lhe a virgindade, transformando-a numa precoce prostituta. Em certa ocasião, contudo, o padre recebe a inusitada visita do próprio Cristo que o instrui a fundar uma nova igreja, inspirada em sonhos, onde a religião se aproxima do Conhecimento. E, ao fundar a nova igreja, o padre leva consigo a filha então convertida. No curso da redação do livro, o autor teve um encontro com o Cristo, semelhante ao ocorrido a Nicolau de Flue, o São Nicolau dos católicos suíços.